Arquivo da tag: Educação Ambiental

Participação no programa Conexão Futura

Padrão

Na terça-feira participei do Programa Conexão Futura, do Canal Futura. A proposta do programa é bastante interessante, buscando vincular na grade ações tematicamente articuladas e colocá-las para dialogar.

Nos blocos em que participei conversamos sobre a integração entre esporte, educação e meio ambiente, por meio da experiência da Ecosurfi com o Movimento Surfe Sustentável.

Batemos um papo rápido também sobre o projeto Rio do Nosso Bairro, pelo qual realizaremos no próximo sábado a I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista.

Afora a auto-crítica (hahaha) e o pequenismo de uns por aí (rerere) foi da hora!

Conexão Futura – 23/11/2010 – Parte 1

Conexão Futura – 23/11/2010 – Parte 2

Anúncios

REPEA propõe que Comitês de Bacia debatam regulamentação da Política de Educação Ambiental

Padrão
REPEA propõe que Comitês de Bacia debatam regulamentação da Política de Educação Ambiental

Elos da REPEA – Rede Paulista de Educação Ambiental convidaram os Comitês de Bacia Hidrográfica a aprofundar a PEEA/SP – Política Estadual de Educação Ambiental (Lei 12.780/2007). A proposta foi feita a representantes dos CBH’s de todo o estado de São Paulo e das Coordenadorias de Educação Ambiental e de Recursos Hídricos da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, durante o VIII Diálogo Interbacias de Educação Ambiental em Recursos Hídricos, que aconteceu em Avaré de 13 a 16 de setembro.

O objetivo é intensificar a participação e promover debates sobre a regulamentação da PEEA/SP junto às Câmaras Técnicas de Educação Ambiental dos CBH’s e, a partir destas discussões, incorporar a temática no IX Diálogo Interbacias, em 2011. Ao mesmo tempo, os Comitês de Bacia estão com a demanda de elaborar os seus Plano de Educação Ambiental da Bacia. Assim, espera-se que haja maior adequação dos processos acontecendo nos Comitês de Bacia em relação ao marco legal da Educação Ambiental em São Paulo. Leia o resto deste post

Vem aí a VAP – Virada Ambiental Paulista

Padrão
educação ambiental encontro de coletivos educadores

GT Políticas de EA do VI Encontro de Coletivos Educadores do Estado de São Paulo

Coletivos de educadores ambientais pretendem organizar em setembro, em data ainda em definição, uma mobilização geral do socioambientalismo no estado de São Paulo. O intuito é aglutinar as diversas “faunas e floras” entre os muitos segmentos articulados pela luta em torno da qualidade ambiental no estado e promover maior articulação, no sentido de fortalecer as bandeiras de lutas no cenário político-eleitoral.

Ainda em fase de amadurecimento, a ideia está sendo chamada de VAP – Virada Ambiental Paulista, seguindo o modelo da já conhecida “Virada Cultural”, que começou na capital de São Paulo e hoje diversos municípios do estado realizam. Para dar cabo à mobilização, todos os setores ocupados com a questão socioambiental estão convidados a contribuir. Leia o resto deste post

É preciso estratégia para tensionar a regulamentação da PEEA-SP

Padrão

Começou hoje, em Botucatu, o VI Encontro de Coletivos Educadores do Estado de São Paulo, com o tema “Práticas e Políticas de Educação Ambiental: o papel dos Coletivos Educadores”. Estão presentes nove coletivos, representando dezenas de entidades e instituições públicas, ONGs e órgãos públicos.
No centro dos debates está o corte de apoio aos CEs por parte Ministério do Meio Ambiente depois que o Carlos Minc assumiu o MMA e a Lucia Anello entrou para o DEA/MMA. Mas há boas novas do MMA e intuito propositivo. A analista ambiental do MMA, Renata Maranhão, apresentou o contexto atual dos Coletivos Educadores no Ministério. Leia o resto deste post

Uma boa iniciativa de Santos: articulação de projetos de EA

Padrão

No dia 15 de abril, acontecerá a primeira Reunião de Integração da Educação Ambiental no Município de Santos. A iniciativa é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, por meio do Núcleo de Educação Ambiental do Jardim Botânico de Santos, com apoio do Engenho dos Erasmos (USP).

A proposta é debater a articulação dos projetos, na perspectiva de fomentar um processo de “cidade educadora ambiental”. Uma iniciativa interessante, a partir do momento que investe no diálogo para o desenvolvimento das ações, minimizando a fragmentação dos projetos.

Ao todo 10 projetos serão apresentados nesta primeira reunião. Como são mais de 30 trabalhos, outros encontros serão agendados e em breve as datas serão divulgados.

A reunião acontecerá das 9h às 12h no Engenho dos Erasmos, em Santos. As informações são do Paulo Marco, do Jardim Botânico de Santos, que é também membro da REABS – Rede de EA da Baixada Santista. Segundo ele, estão todos convidados! =)

Este caminho, o da articulação das iniciativas, é o ponto inicial para o fortalecimento da Educação Ambiental enquanto política pública. Algo que deveria ser reeditado por cada município e que, na Baixada Santista, poderia desvelar um amplo processo regional de construção de políticas de EA.

Crédito da imagem: Maxim Malevich

———–

Veja abaixo programação: Leia o resto deste post