Arquivo da tag: Bacia hidrográfica

Participação no programa Conexão Futura

Padrão

Na terça-feira participei do Programa Conexão Futura, do Canal Futura. A proposta do programa é bastante interessante, buscando vincular na grade ações tematicamente articuladas e colocá-las para dialogar.

Nos blocos em que participei conversamos sobre a integração entre esporte, educação e meio ambiente, por meio da experiência da Ecosurfi com o Movimento Surfe Sustentável.

Batemos um papo rápido também sobre o projeto Rio do Nosso Bairro, pelo qual realizaremos no próximo sábado a I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista.

Afora a auto-crítica (hahaha) e o pequenismo de uns por aí (rerere) foi da hora!

Conexão Futura – 23/11/2010 – Parte 1

Conexão Futura – 23/11/2010 – Parte 2

REPEA propõe que Comitês de Bacia debatam regulamentação da Política de Educação Ambiental

Padrão
REPEA propõe que Comitês de Bacia debatam regulamentação da Política de Educação Ambiental

Elos da REPEA – Rede Paulista de Educação Ambiental convidaram os Comitês de Bacia Hidrográfica a aprofundar a PEEA/SP – Política Estadual de Educação Ambiental (Lei 12.780/2007). A proposta foi feita a representantes dos CBH’s de todo o estado de São Paulo e das Coordenadorias de Educação Ambiental e de Recursos Hídricos da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, durante o VIII Diálogo Interbacias de Educação Ambiental em Recursos Hídricos, que aconteceu em Avaré de 13 a 16 de setembro.

O objetivo é intensificar a participação e promover debates sobre a regulamentação da PEEA/SP junto às Câmaras Técnicas de Educação Ambiental dos CBH’s e, a partir destas discussões, incorporar a temática no IX Diálogo Interbacias, em 2011. Ao mesmo tempo, os Comitês de Bacia estão com a demanda de elaborar os seus Plano de Educação Ambiental da Bacia. Assim, espera-se que haja maior adequação dos processos acontecendo nos Comitês de Bacia em relação ao marco legal da Educação Ambiental em São Paulo. Leia o resto deste post

CBH/BS vota deliberações da cobrança da água, criação da Agência de Águas e critério para projetos FEHIDRO

Padrão

Hoje (22/3) à tarde o Comitê de Bacia Hidrográfica da Baixada Santista (CBH-BS) vai debater a aprovação de importantes deliberações para a gestão dos recursos hídricos na região.

Na pauta da vez estão a proposta de implementação da cobrança da água, que está prevista para começar a partir de janeiro de 2011, os critérios para apresentação de projetos junto ao Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO) este ano e, ainda, a criação da Agência de Águas da Baixada Santista.

A reunião acontecerá na Universidade Estadual Paulista (UNESP) Campus São Vicente (Pça. Infante D. Henrique, s/nº, Pq. Bitaru), a partir das 14h.

Veja abaixo as deliberações que serão debatidas:

  • Deliberação CBH-BS nº 165/2010 – “Estabelece Diretrizes e Critérios para Distribuição de Recursos do FEHIDRO – Fundo Estadual de Recursos Hídricos, para a Área do CBH-BS. Anexo (Roteiro para apresentação de Solicitação de Recursos do FEHIDRO);
  • Deliberação CBH-BS nº 166/2010 – “Aprova Ato Tomado Pelo Senhor Presidente do CBH-BS, através da Deliberação CBH-BS nº 163/2010 Ad Referendum”;
  • Deliberação CBH-BS nº 167/2010 – “Aprova a Proposta para Implementação da Cobrança pelo Uso dos Recursos Hídricos de Domínio do Estado de São Paulo, nas Bacias Hidrográficas da Baixada Santista e dá Outras Providências”;
  • Deliberação CBH-BS nº 168/2010 – “Institui a Comissão para Criação da Agência de Bacia da Baixada Santista e dá Outras Providências”.

Instituições que não participam do CBH-BS marcam eleição do Fórum da Sociedade Civil

Padrão

Dezenas de entidades surgem para as eleições; Ecosurfi passa a ocupar cadeira de titular no CBH-BS

Por Bruno Pinheiro (Ecosurfi)

O Fórum da Sociedade Civil do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baixada Santista (CBH-BS) renovou sua composição para 2010/2011, em eleição realizada no dia 12 de dezembro na Câmara Municipal de São Vicente. A Ecosurfi – Entidade Ecológica dos Surfistas assumiu cadeira de titular como entidade de defesa do meio ambiente.
A participação de instituições da sociedade civil na eleição foi surpreendente em relação à presença das mesmas nas reuniões ordinárias do Comitê. Geralmente, de uma a três entidades comparecem a cada reunião. Em comparação, cerca de 60 organizações, a maioria delas de Cubatão, apareceram para a eleição. No total, são mais de 500 organizações cadastradas no CBH-BS.

Mesmo sem ter cadeira no CBH-BS até então, a Ecosurfi já era ativa na Comissão Especial de Educação e Divulgação (CE-ED) do Comitê. A atuação da entidade está voltada a contribuir para o enraizamento da Educação Ambiental junto aos projetos e instâncias do saneamento ambiental e recursos hídricos da Baixada Santista. Leia o resto deste post