Quem defende a criminalização das drogas…

Padrão

Hoje pela manhã saiu no Estadão. Em entrevista, o diplomata Miguel D’arcy, coordenador do secretariado da Comissão Global de Políticas Sobre Drogas falou sobre a posição da Comissão a respeito da famosa “guerra às drogas”.

Pincelei algumas afirmações suas para compartilhar aqui. Não sou eu quem está dizendo, é o Miguel, mas não me canso de repetir estas coisas:

  • “A política repressiva traz consigo um aumento no poder do narcotráfico, violações de direitos humanos e o enfraquecimento da governança democrática”
  • “É preciso mudar a perspectiva moralista e focar em uma visão de saúde pública.”
  • “A revista Lancet, uma publicação científica reconhecida, fez uma hierarquia de drogas lícitas e ilícitas. O tabaco e álcool foram classificados como mais nocivos que a maconha”
  • “É preciso entender que O GRANDE BENEFICIÁRIO DA POLÍTICA PROIBITIVA É O TRAFICANTE”

Em síntese, quem defende a criminalização das drogas… corre junto dos traficantes.

Anúncios

Uma resposta »

  1. É difícil encontrar pessoas sensatas defendendo a criminalizacao. As opinioes sao mais baseadas em conceitos pessoais de moral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s