O vento traz

Padrão

O vento chegou e sorriu
ao lamber as bordas da imagem
da película em movimento.
Maleável, se adapta no deslize
às rugas duma face pensativa.
Trouxe a água que escorreu pelos rochedos
e adentrou nas fissuras do aquífero
que faz brotar o rio da minha vida.
Passa o tempo em forma de percepções,
cria a vida na interação das esferas,
aprendendo em comunidade.
É de geração em geração…

Anúncios

»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s